Cantora cubana dança, fala português, chama Anitta para rebolar ao som de 'Paradinha' e diz que a funkeira é 'rainha do Brasil'

Os olhos grandes de Camila Cabello se abrem em um vídeo no telão que anuncia a entrada da cantora pela primeira vez em carreira solo em terras paulistanas...

Anitta

Imagem da notícia 4Os olhos grandes de Camila Cabello se abrem em um vídeo no telão que anuncia a entrada da cantora pela primeira vez em carreira solo em terras paulistanas. A pequena cubana arranca gritos da plateia por mais de cinco minutos enquanto chega saltitante para entoar “Never be the same” no Z Festival, na noite deste domingo (14). O show teve uma participação surpresa de Anitta.

Camila domina o palco com a voz e explode em gestos no refrão poderoso do single, que também é o nome da turnê. Carismática, ela fala em português e se envolve em uma bandeira do Brasil para um público efusivo: “Eu sou secretamente meio brasileira. Obrigada por me esperar, São Paulo”.

Sensual, ela tira parte do figurino para performar com latinidade o hit “She loves control”. É tambem nessa música que fala sobre a alegria de estar no país e chamar as fãs de gostosas, repetindo a brincadeira que fez ao desembarcar no país na última quinta-feira.

A voz arrastada e um pouco rouca de Camila é um charme, mas ela é mais que cantora. Ela conduz o show como um diretor conduz em espetáculo artístico, domina o palco, dança, anima o público, conversa, confessa, faz perguntas e manda beijos. Com caretas e língua de fora, derrete os fãs.

Transforma o show em batalha de dança durante a apresentação de “Inside out” e em karaokê ao fazer todo mundo cantar “Bad Things”. Mas divas pop também se emocionam. E cantam músicas de amor. À capela, ela dá uma palhinha de “I can’t help falling in love” para introduzir o hit “Consequences” ao teclado.

Imagem da notícia 9

E divas pop também mandam recado: “Escolham o amor ao invés do medo. Sejam quem vocês são. Não tenham medo”. E fez centenas chorarem enquanto cantava “Something’s gotta give”. No telão, imagens de imigrantes e de passeatas pelo direito das mulheres e contra a violência completam o cenário de emoção e comoção geral.

Na missão de ser uma guru para os fãs, Camila faz outro discurso, dessa vez sobre enfrentar a dor e se aceitar. Assim, ela conclama o estádio a cantar “Scar Tissue”. Seja cantando, gritando ou chorando, o público não consegue ficar indiferente ao furacão Camila Cabello.

Após a choradeira, Camila surpreende os fãs e traz Anitta para cantar “Real Friends”. Não sem antes rebolar ao som de “Paradinha” e de chamar a funkeira de rainha do Brasil. A festa continua com a música “Know no better”, parceria com Major Lazer.

Imagem da notícia 6

Para o gran finale, Camila faz uma versão explosiva do hit “Havana”. Ela abandona o tom comedido em que cantou suas músicas até ali para soltar a voz e ecoar acima dos gritos da multidão. Eufórica, encerra o show e se despede enquanto os últimos acordes ainda não abaixaram até sumir.

receba toda semana os lançamentos e as novidades do Mundo do Funk diretamente no seu e-mail

by TinyLetter

Comentários

Deixe a sua opnião