Funk
DJ Gá BHG - Venha fazer sua produção
Nego Blue

Artista da Paraíba recria Turma da Mônica como funkeiros na 'Turma do Morro'

“Resolvi juntar dois dos maiores ícones do Brasil: os quadrinhos de Maurício de Sousa e o funk, a cultura da favela”, assim explica o ilustrador Gabriel Jardim, de 24 anos, ao definir o trabalho “Turma do Morro”, recriação da Turma da Mônica que o artista postou nas redes sociais e virou hit na segunda-feira (5).

Na interpretação de Gabriel, Mônica virou Monicat. Inspirada na cantora Anitta, a versão do morro trocou o vestidinho vermelho por um top da mesma cor. Sansão deixa de ser um urso de pelúcia e vira uma mochila.

Cebolinha se transformou em DJ Cebola. O personagem foi feito inspirado no DJ Kalfani, filho do KL Jay, dos Racionais MC’s. A camisa verde agora é um casaco do Palmeiras e o cabelo de cinco pontas virou uma arte no boné de aba reta do DJ.

Maga Li, assim como a Mônica, também trocou o vestido por uma blusa. O gato Mingau está representado em uma tatuagem e a paixão por comida aparece em um colar de melancia e em uma tatuagem de sorvete. A inspiração foi a cantora MC Pocahontas.

Já Cascão, que agora é MC - assim como Guimê, artista que inspirou o desenho, também ganhou tatuagens. Tem uma do porquinho Chovinista, outra em homenagem a mãe Lurdinha, o guarda-chuva, seu fiel companheiro, e também o escudo antigo do Corinthians, seu time de coração. No peito, um colar com um pingente de ouro em formato de balde de lixo.

“A ideia surgiu a partir de um desenhista que eu acompanho, o Gabriel Picolo, que fez uma versão brasileira e moderna dos Jovens Titãs, da DC, e também do trabalho ‘Rap em Quadrinhos’, do youtuber LØAD e do ilustrador Wagner Loud, que reimaginaram rappers brasileiros como super-heróis da Marvel e da DC. Pensando nesse trabalho deles, decidi criar a minha versão usando a turma do Limoeiro”, comenta Gabriel Jardim.

O ilustrador é filho de pernambucanos e nasceu em Tübingen, na Alemanha, mas veio para o Brasil ainda bebê e cresceu em João Pessoa, capital da Paraíba. Formado em comunicação em mídias digitais pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), já publicou quatro quadrinhos custeados por meio de financiamento coletivo.



A repercussão da “Turma do Morro” ganhou destaque no Instagram de Gabriel e também no Twitter, entrando para um dos assuntos mais discutidos da rede social e sendo compartilhado por nomes como Mike Deodato Jr, paraibano ilustrador que já fez trabalhos para a DC e Marvel e que é o principal ídolo de Gabriel.

“Eu conheço Mike desde que eu era criança. É por causa dele que eu tive vontade de virar ilustrador. Cresci mantendo contato com ele, até hoje trocamos emails, peço dicas. Vou na casa dele de vez em quando bater um papo sobre os projetos. Estou realmente impressionado com a repercussão. Não esperava por isso e nem consigo acompanhar todos os comentários”, diz Jardim.

O ilustrador já lançou os projetos “Café”, “De Dentro da Couraça”, “Matrioska” e “Mizera” e agora está em fase de pós-produção do quinto quadrinho autoral, que deve ser publicado em 2019.

“Também faço trabalhos como freelancer e resolvi abraçar essa ideia da ‘Turma do Morro’. Já estou produzindo novas ilustrações da série e em breve elas vão ser publicadas. Vem muita coisa por aí”, completa Gabriel Jardim.






FONTE: GLOBO / G1

1 semana atrás   Tags : Turma do Morro

Comentários

Capa Funk Music
Carregando ...