Funk
DJ Gá BHG - Venha fazer sua produção
Scorpion

Fã acusa dançarino de MC Carol de assédio e detona a cantora

Uma jovem - que teve seu nome mantido em sigilo - usou seu perfil no Facebook na madrugada do último domingo, 27, para acusar um dos dançarinos de MC Carol de assédio sexual, durante a apresentação da funkeira no festival “XXXbórnival”, em São Paulo (SP).

A moça, que bloqueou o texto após repercussão do caso, relatou que foi abusada pelo rapaz quando foi convidada para dançar no palco.

A garota contou que, antes da apresentação começar, se posicionou na frente do palco e foi abordada por um membro da produção. “Ele disse o seguinte: 'a Carol chama duas meninas para dançar em cima do palco! Fica esperta aí que eu já vou avisar de vocês'. Quando começou a música ‘Bateu uma onda forte, tô vendo macaco em cima do poste’, eis que dois bailarinos, vestidos de macaco, entram no palco e começam a dançar. Depois de um tempo, esses dois vem até mim e minha amiga e puxam a gente para o palco para dançar”.

Assédio sexual: Caracteriza-se por constrangimentos e ameaças com a finalidade de obter favores sexuais feita por alguém de posição superior à vítima. (conforme Art. 216-A.do Código Penal).

Entretanto, o dançarino teria sido “extremamente bruto, me puxou, me agarrou, me arranhou, de tanta força que ele usou. E força para que? Para me colocar em posições sexuais mais esdrúxulas do mundo: de perna aberta, no colo dele, com a bunda virada para cima”.

Segundo ela, o momento foi como um “estupro de roupa em cima do palco, muito provavelmente filmado e fotografado”: “Eu gritava 'não' para o cara e repetia incessantemente e nada. Eu tentava sair e só me machucava mais. Chegou num ponto que a própria MC Carol falou: ‘Ei, ei, ei, se a mina não quer deixa ela!’, mas nada aconteceu”. Iris, então, teria descido do palco “em choque e morrendo de vergonha”.

Créditos: Reprodução/Facebook

Print do relato da fã de MC Carol

Créditos: Reprodução/Facebook

Print do relato da fã de MC Carol


No desabafo, a garota também criticou a postura de MC Carol, famosa por suas músicas feministas: “100% feminista só quando convém”.

Ao saber da repercussão do caso, a cantora publicou uma nota em sua página do Facebook explicando o ocorrido e gravou stories dizendo que o dançarino foi afastado de suas atividades.

“Cheguei em casa exausta. No final da tarde, meu produtor me avisou de uma reclamação no e-mail sobre um dos dançarinos e eu fiquei de resolver, de entrar em contato com a menina e passar os dados dele, para um possível B.O”, escreveu.

Na versão da funkeira, ela afirmou que percebeu a jovem desconfortável. “Eles [os dançarinos] têm uma certa dificuldade para me escutar e me ver, por causa do suo. A máscara do macaco tem pelos e é mega quente. Todo show eu tenho que ir até eles, em algumas músicas balançá-los para se retirarem, para tomar uma agua e dar uma respirada [...] Eu conheço meu dançarino há 10 anos e nunca o vi abusando de ninguém. Não estou falando que a menina está errada ou mentindo. Eu, no lugar dela, se me sentisse abusada, procuraria a polícia imediatamente”.

Por fim, MC Carol deixou um e-mail para que Iris entre em contato com ela e também fez um desabafo: “Acho que tem muita gente se aproveitando dessa situação. Ficar na internet falando do meu feminismo, me atacando, me xingando, não resolve nada”.


Fonte: Catraca Livre

4 meses atrás   Tags : Mc Carol

Comentários

Capa Funk Music
Carregando ...