Funk
DJ Gá BHG - Venha fazer sua produção
Select

Quantas caras tem Anitta ?

A estrela do pop brasileiro lança música em inglês e mostra que vai muito além do funk

Artista multifacetada, Anitta soma sete anos de carreira desde que foi lançada pelo Furacão 2000. Depois de cantar funk, reggaeton, rap, sertanejo e tantos outros ritmos, a trilha internacional é a nova aposta da cantora.

A estreia foi a primeira música autoral em espanhol, Paradinha, em maio deste ano. Há uma semana, Anitta lançou uma parceria com Poo Bear, que tem trabalhos com Justin Bieber. O singleWill I see you apresenta traços de bossa nova e é a primeira canção original da artista interpretada em inglês, o que pode marcar um novo rumo na trajetória dela.


O professor Alessandro Borges Cordeiro, do departamento de Música da Universidade de Brasília,  lembra que cantar bossa nova, samba e outros ritmos brasileiros no idioma norte-americano não é novidade e que isso já foi feito por músicos como Tom Jobim e Frank Sinatra.

 

Por outro lado, Cordeiro aponta a estratégia como um possível interesse de aproximar Anitta de pessoas com diferentes gostos musicais. “Talvez seja uma forma de buscar um público mais cult. O próprio mercado internacional vê com muito bons olhos essa fusão, a latinidade e a brasilidade, que têm um nicho de mercado”, afirma.

“É bem diferente do que estamos acostumados”, admite Natália Oliveira, 23 anos, fã assumida da famosa. “Sempre pensamos em músicas animadas e para rebolar”, brinca. Natália apoia a decisão da cantora de se arriscar e de sair da zona de conforto dela e dos fãs. A anitter (designação de grupo de admiradores da artista) afirma que gostou do resultado: “A sonoridade é bem agradável, o inglês dela está bonito e é notável a evolução vocal que ela teve”.


Movendo as peças

O lançamento faz parte da nova estratégia de marketing de Anitta, o projeto Xeque Mate. Com a novidade, ela garantiu que lançaria um clipe todo mês a partir de setembro. A promessa começa a ser cumprida com Will I see you.

 

Um dia antes da estreia do single, peças de xadrez com o nome “Anitta” foram espalhadas em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Belo Horizonte para que os fãs ficassem de olho no que estava por vir, tirassem fotos com as peças e, de maneira informal, divulgassem o novo trabalho da artista em redes sociais. Para o lançamento, a cantora também fez uma parceria com uma grande loja de departamentos, que tocou a nova música durante o dia em todo o país e vendeu roupas que ela usou no clipe.


Meiga e abusada e Show das poderosas são os grandes responsáveis pela chegada de Anitta ao Brasil inteiro. As canções não foram apenas interpretadas pela cantora, que as compôs e protagonizou o próprio sucesso, como faz até hoje. A primeira música levou a cantora à Warner Music Brasil, que a chamou de “o maior sucesso do pop brasileiro” e investiu na carreira de Anitta com um contrato que teve início em 2013.


Desde o terceiro álbum, Bang, Anitta virou pop sem deixar as influências do funk de lado. A funkeira que usava shorts, boné de aba reta e blusa xadrez nos shows passou a se vestir com roupas de grifes como Givenchy e Moschino e botas de cano alto como marca registrada. O clipe do single homônimo ao CD teve a participação do diretor de arte ítalo-brasileiro Giovanni Bianco, nome por trás de capas de álbuns e singles de Madonna desde 2005. A parceria entre Bianco e Anitta deu uma nova cara à imagem da até então funkeira e pode ter sido o primeiro toque internacional à carreira da cantora.


O clipe da música em espanhol, também dirigido por Bianco, tem outros aspectos estrangeiros além da letra. O figurino de Paradinha foi uma contribuição da stylist estadunidense Patti Wilson, que tem trabalhos com os grandes fotógrafos de moda Steven Klein e David LaChapelle e com a cantora Whitney Houston.

Para Anitta, Patti apostou em top felpudo, calça de paetê com estampa de camuflagem, saltos finos e bota de cano alto roxa. A maior parte do vídeo é ambientada em um mercado e, por isso, fãs e outros famosos não perderam a oportunidade de postar fotos em supermercados e lojas de conveniência para fazer referências ao hit da cantora. 


Para o dançarino Eduardo Amorim, Anitta tem tudo o que precisa para se firmar no mercado internacional


Duas Perguntas// Eduardo Amorim (Dançarino oficial da cantora Anitta)

Como é a experiência de trabalhar com Anitta? Ela realmente participa de todas as decisões de sua carreira? 

Anitta foi a artista com quem mais tive vontade de trabalhar no Brasil. Danço com ela desde dezembro de 2013 e percebo que sua personalidade sempre foi marcante, é muito decidida e focada. Deseja ver a cara dela em tudo, por isso se envolve desde a coreografia e o figurino até o planejamento da carreira. É muito tranquilo trabalhar com Anitta, pois ela tem feeling, então as ideias sempre dão certo.


O que você acha dessa tentativa de Anitta de se tornar uma cantora internacional e cantar em outras línguas? Você acha que ela vai conseguir o estrelato lá fora?

Eu costumo dizer que a Anitta é a galinha dos ovos de ouro, o que ela toca vira sucesso. O fato de ser jovem, bonita, eclética, com um bom feeling musical e uma incrível performance no palco e nos clipes a transformam num produto completo para a indústria. Ela tem tudo o que precisa para se firmar no mercado internacional. Na verdade está pronta para ele! Estamos percebendo o resultado: sucesso em cada lançamento e cada parceria. Acho que as coisas estão acontecendo bem rápido na carreira dela. Espero que leve (mais ainda) o nome do Brasil pro resto do mundo.


Linha do tempo

Anitta, que apareceu em notícias do exterior como “a princesa do pop brasileiro”, apresentou outras tentativas de obter fama no exterior e tem músicas gravadas com artistas internacionais que reconheceram o talento da artista. Ela aparece cantando em inglês como participação especial na música Switch, de Iggy Azalea, além de fazer parte do primeiro single em português do grupo Major Lazer ao lado de Pabllo Vittar com Sua cara. Aceitando influências do reggaeton, Anitta cantou Ginza ao lado do colombiano J. Balvin, símbolo do gênero musical. Como voz principal, Anitta convidou o cantor Maluma para um feat no single Sim ou não.

 

Autor: Estagiárias sob a supervisão de Vinicius Nader
Fonte: Correio Braziliense


3 meses atrás   Tags : anitta carreira internacional funk

Comentários

Capa Funk Music
Carregando ...